Comitê de Serviço da Área São Paulo
São Paulo Area Service Committee

Daily Meditation

Aceitando a vida como ela é

22 de junho

“Em nossa recuperação, consideramos essencial aceitar a realidade. Quando conseguimos, não sentimos necessidade de usar drogas na tentativa de mudar a nossa percepção.”

Texto Básico, p. 100
 

          As drogas costumavam amortecer a força da vida em nós. Quando paramos de usar e começamos a recuperação, nós nos confrontamos diretamente com a vida. Podemos experimentar sentimentos de decepção, frustração ou raiva. As coisas podem não acontecer da forma que gostaríamos. O egocentrismo que cultivamos em nossa adicção distorceu nossa percepção da vida; é difícil abrir mão das nossas expectativas e aceitar a vida como ela é.
          Aprendemos a aceitar nossas vidas trabalhando os Doze Passos de Narcóticos Anônimos. Descobrimos uma forma de mudar nossas atitudes e abrir mão de nossos defeitos de caráter. Não precisamos mais distorcer a verdade ou fugir das situações. Quanto mais praticamos os princípios espirituais contidos nos passos, mais fácil se torna aceitar a vida exatamente como ela se apresenta.


Só por hoje: vou praticar a autoaceitação, trabalhando os Doze Passos.


Copyright (c) 2000 by Narcotics Anonymous World Service
All rights reserved - ISBN 978-1-55776-380-8 Portuguese (Brazil) 6/18
en_USEnglish
Skip to content